sábado, 24 de maio de 2008

EX-vegetarianos, tipos CHATOs!

Tudo bem, devido a alguns maus representantes de nossas opções alimentares, vegetarianos têm fama de serem chatos.

Mas, convenhamos, tem uma coisa muito mais chata: ex-vegetarianos.

Como são chatos quase que exclusivamente para nós vegetarianos, o povão não percebe a ameaça que eles são a um bom-humor.

Tudo bem, tem muito ex-vegetariano gente fina (tipo, minha mãe, que há mais de 10 anos come carne e não se importa de eu ser vegano).

Mas parece que a grande maioria dos que dizem já ter sido vegetarianos é chata mesmo. Sei que é impossível, mas vou tentar agrupá-los em categorias (aceito sugestões!).

Nessa tarefa difícil, acabei incluindo alguns tipos de falsos vegetarianos, porque, por uma questão de lógica, quem abandona o posto nunca foi realmente vegetariano - apenas deu um tempo em alguns alimentos. A linha divisória entre ex-vegetarianos e pseudo-vegetarianismo é muito tênue. Lucélia Santos que o diga!...

http://www.vegetarianhome.com/img/dtchick.jpg
Não tem nada a ver com essa postagem, mas não é lindo???


TIPOS DE EX-VEGETARIANO


ARREPENDIDO
Sempre que alguém - ou ele mesmo - toca no assunto, quase chora, dizendo que queria voltar a ser veg, que tá perdendo tempo, que é muito bom, etc., mas se faz de vítima e dá uma desculpa pra perdoar a própria fraqueza. Faz até propaganda do vegetarianismo e demonstra culpa por não ser mais veg.

VITIMISTA
Esse tem um bom motivo pra comer carne - ele é a vítima! Passivamente, se não comer carne, diz que fica muito magrelo, que passa mal, etc. E essa é sua desculpa pra condenação que ele mesmo imputa sobre si. Pobre coitado. Não pode voltar a ser veg senão morre, ou sofrerá muito. Pra ele, ser veg é um sacrifício.

BOMBA-RELÓGIO
Aquele que todo mundo sabia que não era vegetariano de verdade, e que em pouco tempo voltaria a comer carne.

ATIVISTA
Tenta convencer a todo mundo voltar a comer carne; vive criando situação pra dizer por que deixou de ser vegetariano. É um dos tipos mais frequentes e mais chatos.

TERRORISTA (ou INSISTENTE)
É o ex-vegetariano ativista porém mais frustrado ainda: é o típico anti-vegetariano que coloca no YouTube vídeos dizendo que veganos são estupradores, e que tenta falar mal dos vegetarianos mesmo quando a pessoa não tem nada a ver com isso. Acha que o mundo vai acabar, só porque ele não conseguiu ser vegetariano! Então joga suas frustrações agressivamente em cima de todos. É a contraparte natural do vegano ativista radical.

PERDIDO
Sabe que come alguma carninha aqui ou lá, muito raramente e pouquinho, mas não sabe quando deixou de ser veg, nem quando foi veg de verdade.

AÉREO
Sabe que por algum tempo, e por algum motivo, não comeu carne. Agora, não pergunte por quê. Não faz pergunta difícil! É que, tipo assim, ele não comeu carne mas agora come.

DESAPERCEBIDO
Tá começando a comer carne, mas ainda não se tocou que deixou de ser vegetariano.

NUTRICIONISTA
Alega ter voltado a comer carne por uma questão de saúde, e fica querendo dar lições de nutrição tanto pros onívoros quanto pros vegetarianos. Na verdade, não passa de um vegetariano que não soube planejar uma dieta decente, que agora come igual qualquer um e repete os mesmos mitos de sempre: o mito da proteína, o mito do ferro, etc.

DOENTE
Agora que voltou a comer carne se sente muito melhor. Mas só de pensar em voltar a ser veg passa mal. Para ele o vegetarianismo foi um trauma. Precisa de terapia.

DESLEIXADO
Como o junk food vegetarivegan é menos viável, por uma questão de praticidade, em vez de fritar ovo, pede pizza ou cachorro quente mesmo. Começou relaxando nos pedidos, até que voltou a comer animais.

ANTROPOCÊNTRICO
Pra esse ex-vegetariano, o seu vegetarianismo era um crime contra sua exaltada posição na escala evolutiva. Ele é um Homo Sapiens, não pode se rebaixar e comer como os animais frutarianos. Às vezes se mistura com o tipo culpado e vitimista. Muitas vezes usa argumentos religiosos: de que deus criou os outros animais inferiores e são escravos, ponto final. Contradizer isso é um pecado.

MARIA-VAI-COM-AS-OUTRAS
Não é capaz de formular uma desculpa decente pra ter voltado a comer carne. Virou veg porque quis entrar na moda, não aguentou a pressão; e, seguindo a moda, largou o vegetarianismo sem saber dar uma razão. Quando dá, é repetindo igual papagaio o que todos dizem. Afinal, é tão normal comer carne né? Virou veg no meio do grupo (normalmente SxE), e deixou de ser veg em grupo.

SALVADOR DOS RADICAIS
É do tipo que se acha a pessoa mais equilibrada do mundo, e tenta controlar o fanatismo do planeta fazendo com que os vegetarianos virem ex-vegetarianos. Porque um peixinho de vez em quando é saudável, né? E, nas palavras desse ex-vegetariano, os que ainda insistem no hábito de não comer animais são uma ameaça à saúde pública, à economia, etc., além de frequentemente serem radicais ativistas desequilibrados e desprezarem a cultura local. Vejam o exemplo desse ex-vegetariano equilibradíssimo!

APRESSADINHO SIMPLISTA
Como se ele fosse a única pessoa que trabalha e estuda no mundo, diz que não teve tempo de se manter fazendo receitas vegetarianas, e que essas são muito complicadas. Melhor comer algo mais simples e prático. É do tipo que acha que vegetarianismo representa, necessariamente, um requinte culinário divino. Sendo assim, é justo alguém que não tem tempo nem disposição pra cozinhar não ser vegetariano.

EX-ANORÉXICO
Não era vegetariano, e sim vítima da moda do emagrecimento. Após ter caído na real, volta a comer carne pra manter ou ganhar mais peso. Ou então vê que pra emagrecer não é preciso abandonar a carne.

FESTIVO E RELIGIOSO
No natal, na páscoa, etc. larga o "vegetarianismo". Fora isso tem a cara de pau de dizer que é veg.

CASEIRO
Só é vegetariano em casa. Em viagens abandona o vegetarianismo, alegando ter bons motivos. Ou até mesmo na casa dos outros não tem coragem de impor sua opção alimentar.

DEGUSTADOR
Ainda acha que é vegetariano, mas de vez em quando prova algum prato contendo carne. Uma mordidinha não mata ninguém né? (não de nossa espécie)

IRÔNICO
Vive fazendo piadinhas manjadas envolvendo vegetais ou vegetarianos, ou aquelas do tipo: "eu também amo os animais, principalmente os fritos.". Novamente temos aqui gente tentando fugir da consciência das mais diversas formas.

PROCRASTINADOR
Uma agenda viva, diz que só está comendo carne por um curto período, e que em breve, muito em breve, vai voltar a ser veg. Aí vai adiando, adiando, adiando...

PSEUDO-EX-VEGETARIANO
Assim como os pseudo-vegetarianos, ele nunca parou de comer animais de verdade, mas diz que já foi veg. Aí pode se enquadrar em vários dos tipos aqui descritos. É mais perigoso que os pseudo-vegetarianos, que podem ser desmascarados a qualquer hora.

ATUALIZAÇÃO DE 4/7/09 - Dica de http://danielroma.wordpress.com/:
DESJEJUADOR
Diz que foi veg porque no café da manhã não come carne.

UPDATES DE 2010:
CAPITÃO-COERÊNCIA
É aquele que largou o vegetarianismo porque descobriu que não é totalmente possível sustentar um hábito de consumo/dieta em filosofias ou pena dos animais, sem nem sequer considerar que o vegetarianismo é mais que ideologias - tem implicações nutricionais, sociais, econômicas, etc. Então, como o vegetarianismo é incoerente nesse ou naquele aspecto da abstração dessa poderosa mente (que nem tentou ser vegan), é melhor entrar pra matrix do consumo de animais mortos pra ser coerente (entenda-se: sociável). E, é claro, alertar os vegetarianos que eles são incoerentes. Do ponto de vista dele, é claro.

Contribuição de Rodrigo W. S., pela veg-brasil:
EX-VEGETARIANO TEÓRICO
Aquele que depois de estar certo que até os vegetais não precisam ser sacrificados, percebe que o vegetarianismo, puro, não parece o tao caminho do meio mas ainda não consegue voltar a comer proteína animal (talvez até desestimulado pela enorme sensação de bem-estar que não lhe abandona um segundo sequer, que com bons motivos, atribui mormente à leveza de sua atual dieta). Ele ainda tenta a todo custo convencer os outros de que existe mais sofrimento numa ampola de B12 injetável do que num litro de leite, ou melhor, num quilograma de carne. Ele está certo de que a continuar o extremismo de vegetarianos assim como o hedonismo típico dos onívoros e o utilitarismo de ambos as profecias maias concretizar-se-ão (talvez apenas um pouco depois do previsto). E mesmo convivendo com tipos diversos, geralmente mais bem humorados do que ele, o ex-vegetariano teórico continua pensando apenas que sua alegria não é genuína mas apenas uma estratégia, como a cerveja, para desviarem de sua consciência, raramente tranquila.


CONTINUA (?) - preciso de sugestões!




***

Veja também:
Depois do freeganismo, veja mais tipos pós-veganos

11 comentários:

Kiki­­ disse...

Boa! Esse post ficou ótimo!

Felizmente não tive o desprazer de conhecer um ex!

Dani disse...

(comentário em post bem antigo... rs... mas só vi ele hoje)

Têm aquele que diz que foi vegetariano por um tempo... só por que no café da manhã (em um dia apenas) comeu queijo quente em vez de misto.


Excelente lista! Parabéns!

Camila disse...

não conheço nenhum ex .

achei muito divertida a maneira que vc escreve =P.

Bala Salgada disse...

Amei seu blog, além de muito instrutivo com uma campanha contínua, é também divertido!

Gostaria de postar seus tipos de vegetarianos para ajudar na campanha, é que meu blog é só de humor.
É possível?

Abraços!

Anônimo disse...

tu um fora da casinha!!!!!

Anônimo disse...

Conheço muito ex´s
Que bom...

Anônimo disse...

Eu sou ex vegetariano...Depois que descobri que só boi tem mais de 2000 utilidades como óleo, escova, comésticos, pinceis, até em carro...Não faz sentido parar de comer carne sendo que tenho tudo isso na minha casa e na de todos.Hipocrisia jamais.

Cibelle Arcanjo disse...

Muito bom! rs
Apesar de ser um tema sério, vc o deixou bem descontraído... =D E o pior é que realmente já conheci alguns que se encaixam perfeitamente em algumas das suas descrições!

E Viva a dieta vegetariana, por um mundo mais saudável e sustentável!! \O/

Anônimo disse...

Bem, sou um ex-vegetariano. Tentei parar de comer carne antes que a maioria de vocês tinha sequer nascido, há cerca de 30 anos.
Vi que a coisa não era para mim, desisti. Me senti muito mal por não comer carne.
Mas continuei sentindo simpatia pelos vegetarianos. Ficava horrorizado com a falta de respeito para quem não queria comer carne.
Até que tomei contato,novamente depois de anos, com os vegetarianos.
Vegetarianos, em sua maioria, são chatos, cretinos, FDP, asquerosos e adoram ofender pessoas normais.
Claro que ainda encontro gente decente que não come carne. Mas a maioria com que (infelizmente) tomo contato não vale o que come.
Ah, sim. Óbvio que perderam minha simpatia.

Anônimo disse...

Sou ex-vegetariana e voltei a comer carne pelo mesmo motivo do colega ali de cima, não usamos só a carne do boi por exemplo. O animal vai morrer de qualquer jeito. Além disso eu não gostei da alimentaçãi vegetariana, senti muita falta da carne. Duvido que os vegetarianos, assim como acontecia comigo quando era vegetariana não morrem de vontade de comer aquela picanha sangrando num churrasco..É hipocrisia fingir que não. Além disso, vocês nunca vão conseguir as pessoas a deixar de comer carne, e achar que estão contribuindo com o meio ambiente, diminuindo a emisssão de gases CO2,é loucura..Aliás calcular a emissão de gases que as vacas soltam com o pum é loucura! A sociedade só vai evoluir quando o homem se colocar novamente na posição de espécie dominante..Se esses animais estão na cadeia alimentar é pra gente comer mesmo!
Eu parei de comer carne, por uma questão de saúde, porque achei que faria bem à mim. Não dá pra pensar nos animais que morrem, afinal eles são caçados e viram comida dos mais fortes de qualquer maneira na "Mãe Natureza" não é mesmo?? Um conselho pra vocês: Não vale a pena viver muito se não abusarmos da comida, bebida, tabaco e sexo.

jonas brothers disse...

5 Brain Nutrients Found Only in Meat, Fish and Eggs (NOT Plants)
By Kris Gunnars | 122,439 views
Man Eating Raw SteakThe human brain is the most complex object in the universe.

babacas ignorantes.

Mais campanhas ou recomendações: