segunda-feira, 9 de junho de 2008

CÉLULAS TRONCO - INFORMAÇÃO CIENTÍFICA

Justiça brasileira delibera a favor das células tronco.

Para quem não entende muito de biogênese, aí vai aula de como surgem as células-tronco!

A imagem “http://www.uhull.com.br/2007/wp-content/uploads/thumb-017_pics.jpg” contém erros e não pode ser exibida.
Agora vc sabe como os vegetais se reproduzem!

Enviado por Martha Follain (email, site).
Martha, melhore logo sua saúde, hein!

Veja também:
Árvores e pareidolia (mais imagens como essa de cima)

***

Agora sério: vou copiar trechos de postagens de colegas vegetarianos sobre esse assunto. Vale a pena seguir na íntegra, links seguem nos textos:

***


Em termos embrionários, somos todos iguais...

(...)

Não é coisa pra se discutir em "mesa de bar" como é o propósito desse blog, mas o que me incomoda demais é a INCOERÊNCIA CONVENIENTE.

Muito além de questões apenas católicas, científicas ou técnico-jurídicas, discute-se o direito à vida, algo pra lá de filosófico, quase metafísico.

O Presidente Bush, em seu fanatismo religioso direitista, é contra as pesquisas pois fere o direito à vida, mas é ele mesmo que envia milhares de soldados ao outro lado do mundo pra explodir vidas. Hmmm...

Aqui no Brasil, os que são contra as pesquisas pelo mesmo motivo central - direito à vida - se vencerem a questão possivelmente irão comemorar com um grande churrasco. EI!! Mas estamos falando de VIDA, não? O boi que virou churrasco não era uma vida? Os que defendem "a vida" são todos vegetarianos? Duvido.

Como de costume, apegam-se a pedaços convenientes de idéias e argumentos, deixando de lado a parte que incomoda, que contraria sua argumentação. Por que a Igreja não condena as pesquisas com animais (vivissecção)? Por que a Igreja não condena a alimentação carnívora? Simplesmente porque não é conveniente...

Se vamos defender a vida, que defendamos TODAS elas, não apenas aquelas que, potencialmente, poderiam vir a engrossar as fileiras nos bancos das missas de domingo.

Fonte (veja na íntegra): Pausa pr'um Café.

[Stem_Cell_Research_jpg.gif]

Saudadas pela maioria absoluta dos estudiosos do mundo inteiro como a descoberta mais promissora das ciências biomédicas, as pesquisas com células-tronco são permitidas em países culturalmente tão distintos entre si como Espanha, Finlândia, Japão, Israel e Reino Unido. A grande exceção, como se sabe, são os Estados Unidos, onde o poder político do fundamentalismo religioso no governo Bush chegou a níveis sem paralelo nas sociedades desenvolvidas da atualidade. E foi por inequívoca motivação religiosa, apesar dos seus desmentidos, que o então procurador-geral da República, Cláudio Fonteles, entrou com a ação no Supremo.

Fonteles cita diversos “cientistas” que concordam com sua visão mas esconde que, dentre estes, um é representante da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, a CNBB; outro integra o Núcleo de Fé e Cultura da PUC de São Paulo, uma iniciativa da Arquidiocese de São Paulo; um terceiro, além de pertencer ao Núcleo de Fé e Cultura, é correspondente da Pontifícia Academia Pro Vita, entidade criada pelo Vaticano. Sobre os cientistas estrangeiros que menciona, Fonteles omite que são ambos integrantes da Opus Dei, a organização católica mais reacionária do mundo e que seis dos nove brasileiros citados são autores de obra coletiva patrocinada pela Pastoral Familiar da Igreja Católica. Ele só fala, portanto, da patota de sua fé – como escreveu André Petry em artigo na Veja. Leia a continuação.... fonte: Pausa pr'um Café.
http://img71.imageshack.us/img71/1518/pausaprumcafe2hp2.jpg

***

Essa vale a pena também, do blog aliado Não Seja Medíocre:

De que raios interessa quando a vida começa?


A essas alturas você já deve estar careca de saber do bafafá em torno das células-tronco, e de toda essa discussão babaco-sagrada sobre quando a vida começa. Devo registrar minha opinião de que esta é uma das discussões mais imbecis da história da humanidade. [Nota do Trivia Veg: mais imbecil que isso só discutir a origem da mesma!]

Vejam bem, eu sou favorável ao aborto. Porém, eu entendo que algumas pessoas sejam contrárias. Tem lá um feto fofinho, um projetinho de gente, tudo bem, eu entendo, acho que os dois lados têm lá sua razão.
[Nota Trivia Veg: amém!] Agora, esse papo de que não se podem usar os embriões na pesquisa porque é assassinato é o cúmulo do relativismo masturbatórico.

Discutir quando a vida começa é totalmente inviável. Se a vida começa na concepção, podemos dizer que os espermatozóides são coisas mortas? Dependendo do ponto de vista, eles estão sim, muito vivos e espertos, e um bocado apressados. Logo, sexo é um verdadeiro genocídio. Como apontado pelo meu amigo Luís Henrique, do excelentíssimo "Pausa prum Café", os animais também estão vivos, e a igreja católica não parece muito interessada em preservar a vida deles – vide todos aqueles sacrifícios bizarros do velho testamento, e o fato de que ninguém impõem a um padre que ele seja vegetariano. Ou seja, todos os membros do clero estão liberados para matar bois e porcos e lamberem os beiços com a carne deles, mas descartar um embrião não pode, de jeito maneira, é assassinato.

Outro dia vi uma mesa-redonda sobre o assunto, e uma geneticista – cujo nome infelizmente eu não lembro – matou a questão, afirmando que o que interessa não é quando a vida começa, mas sim em quais tipos de vida nós consideramos aceitável interferir. Afinal de contas, nós já interferimos em vários tipos de vida mesmo. Por exemplo, vejam o que diz o site do Ministério da Saúde sobre a doação de órgãos:

"Embora ainda haja batimentos cardíacos, a pessoa com morte cerebral não pode respirar sem os aparelhos e o coração não baterá por mais de algumas poucas horas. Por isso, a morte encefálica já caracteriza a morte do indivíduo. Todo o processo pode ser acompanhado por um médico de confiança da família do doador. é fundamental que os órgãos sejam aproveitados para a doação enquanto ainda há circulação sangüínea irrigando-os, ou seja, antes que o coração deixe de bater e os aparelhos não possam mais manter a respiração do paciente."


Ué, mas se o coração do sujeito ainda está batendo ele está vivo! Assassinato! Chamem o papa, e vamos acabar de vez com essa história de doação de órgãos!

Vamos deixar essa baboseira toda de lado e aceitar de uma vez por todas que, ainda que em um nível micro-boçal, todos somos assassinos em algum grau. O planeta inteiro está vivo, o tempo todo nós matamos formigas, animais e, de certa forma, humanos. Vamos parar de discutir o sexo dos anjos, e colocar a discussão nos termos certos. Afinal, que se exploda o começo da vida! Não sou vegetariano, e se você é como eu e come carne de boi toda semana sem se sentir culpado, não me venha com esse papo hipócrita de "pobre embriãozinho". Seja coerente, rapaz!

Fonte: Não Seja Medíocre
http://img263.imageshack.us/img263/9226/naosejamediocre2nk6.jpg

***

Uma imagem pra se usar no MSN ou em qualquer outra exibição de avatar:

http://img518.imageshack.us/img518/2204/simcelulastroncobl1.jpg

Você nunca sabe se vai precisar desse tipo de pesquisa inofensiva...

Nenhum comentário:

Mais campanhas ou recomendações: