terça-feira, 30 de novembro de 2010

ONU recomenda mudança global para dieta sem carne e sem laticínios

http://static.guim.co.uk/sys-images/Guardian/Pix/pictures/2009/6/11/1244736884961/a-cattle-farm-at-Estancia-002.jpg

Segundo relatório da ONU, um consumo reduzido de produtos de origem animal é necessário para salvar o mundo dos piores impactos das mudanças climáticas. ONU afirma que agricultura se equivale ao consumo de combustíveis fósseis (...)

Diz o relatório: “Espera-se que os impactos da agricultura cresçam sustancialmente devido ao crescimento da população e do consumo de produtos de origem animal. Ao contrário dos que ocorre com os combustíveis fósseis, é difícil procurar por alternativas: as pessoas têm que comer. Uma redução substancial nos impactos somente seria possível com uma mudança substancial na alimentação, eliminando produtos de origem animal”.

O professor Edgar Hertwich, principal autor do relatório, disse: “Produtos de origem animal causam mais danos do que produzir minerais de construção como areia e cimento, plásticos e metais. A biomassa e plantações para alimentar animais causam tanto dano quanto queimar combustíveis fósseis”.(...)

A agricultura, particularmente a carne e os laticínios, é responsável pelo consumo de 70% de água fresca do planeta, 38% do uso da terra e 19% da emissão de gases de efeito estufa, diz o relatório, que foi liberado para coincidir com o dia Mundial do Meio Ambiente no sábado.(...)


Eis o relatório da UNEP:
http://www.unep.org/resourcepanel/documents/pdf/PriorityProductsAndMaterials_Report_Full.pdf

Fonte original: http://www.guardian.co.uk/environment/2010/jun/02/un-report-meat-free-diet

Recebi em nome de Lucas Afonso, o que está disponível no site Vegetarianismo.com.br

Nenhum comentário:

Mais campanhas ou recomendações: